Postal colorido com a velha igreja de Santa Engrácia, ainda anterior ao concurso de ideias do Ministério das Obras Públicas (1957) e à definitiva campanha de 1964-66 que permitiu concluír as «eternas obras» (começadas em 1681!) e instalar no velho templo barroco de João Antunes o nóvel Panteão Nacional.


Por Vitor Serrão

Este site utiliza cookies e pede-lhe alguns dados de forma a maximizar a sua navegação neste site.