Passar para o Conteúdo Principal
Junta Freguesia de São Vicente

Siga-nos

página do Facebook

Partilhar

Eleições autárquicas 2017

Quadro comparativo bairros 640 1 1024 2500
09 Outubro 2017

Nas eleições autárquicas de 1 de Outubro de 2017, as urnas abriram às 8 horas da manhã, nas 13 secções de voto localizadas em três locais diferentes: no Pavilhão Manuel Castelbranco (Graça), no Polo Clínico (Santa Engrácia) e no Polo Cultural (São Vicente de Fora).

Uma boa notícia deste dia, foi a confirmação de que a abstenção descera, aproximadamente, de 55% para 50%. Foram às urnas 49,27% de eleitores, o que representa 6.208 votantes numa base de 12.599 eleitores.

Para a Assembleia de Freguesia, a candidatura mais votada foi a do Partido Socialista, que totalizou 2.079 votos (33,49%). Nas eleições de 2013, votaram neste mesmo partido 2.147 eleitores (33,9%), sendo, também neste ano, a candidatura mais votada e elegendo os mesmos 5 mandatos para a Assembleia de Freguesia que volta agora a eleger. O Partido Socialista venceu as eleições na Graça e em Santa Engrácia – 35,04% e 34,28%, respetivamente – e ficou em segundo lugar nas secções de voto de São Vicente de Fora – 29,03%, menos 2,67% que a CDU.

A segunda candidatura mais votada foi a CDU, que somou 1.245 votos (20,05%) – menos 145 dos votos face a 2013, em que contou com 21,95% dos votos. A CDU mantém assim os mesmos 3 mandatos eleitos para a Assembleia de Freguesia.

Em terceiro lugar ficou o PPD/PSD, com 869 votos (14,00%), correspondente a 2 mandatos. Nas eleições anteriores, este partido concorreu numa coligação com CDS-PP, em que somou 1672 votos (26,4%) e elegeu 4 membros para a Assembleia de Freguesia.

O Bloco de Esquerda (646 votantes - 10,41%), o movimento independente “Cidadãos Por São Vicente” (549 votantes - 8,84%) e o CDS-PP (413 votantes - 6,65%) elegeram 1 mandato para a Assembleia de Freguesia (cada um).

Ficou assim composta a Assembleia de Freguesia de São Vicente (PS – 5; CDU – 3; PPD/PSD – 2; B.E. – 1; CSV – 1; CDS-PP – 1), sendo que a candidatura do PCTP/MRPP teve um total de 105 votos (1,69%), um resultado que não permitiu qualquer mandato a este partido.

Neste mesmo dia, os cidadãos recenseados votaram também para a Câmara Municipal de Lisboa e para a Assembleia Municipal de Lisboa. O Partido Socialista saiu vencedor nas duas eleições, somando, respetivamente, 2665 votos (42,9%) e 2306 votos (37,13%). Tanto para a CML como para a AML, a CDU foi a segunda força mais votada com 944 votos (15,2%) e 1044 votos (16,81%), respetivamente, o PPD/PSD a terceira com 679 votos (10,93%) e 824 votos (13,27%), o Bloco de Esquerda a quarta com 639 votos (10,29%) e 740 votos (11,91%) e o CDS a quinta com 625 votos (10,06%) e 518 votos (8,34%).

Fernando Medina foi eleito para Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Helena Roseta para Presidente da Assembleia Municipal de Lisboa e Natalina Moura para Presidente da Junta de Freguesia de São Vicente.

Quadro Assembleia Freguesia São Vicente